O que é um Modelo de Interface?

Modelos de Interface permitem ao VERICUT ler os formatos de arquivo de modelo designados e usá-los como matéria prima, fixador, design, fixador de ferramenta e modelos de máquinas. Quando combinado com a exportação do modelo, as ações de corte do VERICUT podem ser escritas nesses formatos também. Os módulos não necessitam de um sistema CAD / CAM, estão disponíveis para o VERICUT para ler ou escrever quaisquer dos formatos.

VERICUT inclui a possibilidade de utilizar vários formatos de arquivo de modelo padrão da indústria: STL, IGES, VDA-FS, e DXF. Além disso, os seguintes módulos de modelo de interface opcionais permitem VERICUT usar os formatos: STEP, ACIS, CATIA V4, e CATIA V5. Também, os arquivos de peças NX .prt podem ser abertos diretamente no VERICUT.


  • Modelo de Interface CATIA V5

    O Modelo de Interface CATIA V5 lê arquivos de peças CATIA V5 (. CATPart). Entidades topológicas do CATIA (tais como CATBody, CATNurbsSurface, CATplane, etc.) são convertidas em facetas triangulares e escritas como arquivos de polígonos STL ou VERICUT. Ao importar um arquivo de peça CATIA V5, a interface inclui um check-box para opcionalmente separar arquivos de montagem STEP para componentes individuais. Um arquivo de peça CATIA pode, opcionalmente, ser referenciado diretamente na modelagem de interface VERICUT – nenhum arquivo intermediário é escrito.

    Quando usado em conjunto com uma nova opção de saída existente no CATIA V5 para a interface VERICUT (CATV5), o modelo de interface CATIA V5 é usado para ler arquivos . CATPart diretamente referenciados no arquivo de projeto VERICUT escrito pelo CATV5.

    O modelo de interface CATIA V5 permite que os modelos CAD 3D de ferramentas de corte sejam importados diretamente em Ferramenta de Gerenciamento do VERICUT. O Gerenciador de ferramentas exibe a janela CAD Geometry que permite identificar quais partes do arquivo do modelo CAD correspondem aos fixadores, fresas, ou inserções. Muitos modelos de ferramentas CAD 3D estão disponíveis dos principais fabricantes de ferramentas de corte.

    Quando usado em conjunto com o modelo Export, o Modelo de Interface CATIA V5 grava um arquivo modelo CATIA V5 do cut stock do VERICUT. Dependendo das características detectadas pelo modelo Export, o arquivo CATIA adquire características topológicas desbastadas (como CATBody, CATNurbsSurface, CATplane, etc.)


  • Modelo de Interface CATIA V4

    O modelo de interface CATIA V4 lê modelos de arquivos CATIA V4 (. Model), versão 4.1.9 e entidades topológicas do CATIA 4.2.4. (como SOLIDE, SKIN, VOLUME, FACE, superfície, avião, etc.) são convertidas em facetas triangulares e escritas como STL ou arquivos de polígonos VERICUT. Opcionalmente, um arquivo de modelo CATIA pode ser referenciado diretamente na interface de modelagem de VERICUT – nenhum arquivo intermediário é escrito.

    Quando usado em conjunto com o modelo Export, o modelo de interface CATIA V4 grava um arquivo modelo de cut stock de CATIA do VERICUT. Dependendo das características detectadas pelo model Export, o arquivo CATIA adquire características topológicas aparadas (tais como volume, superfície polinomial, avião, etc.)


  • Interface STEP Model

    A Interface STEP Model lê arquivos STEP (. Stp ou.step) contendo protocolos AP203 e AP214 (apenas geometria). Entidades topológicas STEP (como a superfície, sólido, folha, casca, face, etc) são convertidos em facetas triangulares e escritas como STL ou arquivos de polígonos VERICUT. Opcionalmente um arquivo STEP pode ser referenciado diretamente na interface de modelagem de VERICUT. Ao importar um arquivo STEP, a interface inclui um check-box para opcionalmente separar arquivos de montagem STEP para componentes individuais – nenhum arquivo intermediário é escrito.

    A interface STEP Model permite que os modelos CAD 3D de ferramentas de corte sejam importados diretamente para o Gerenciamento de Ferramentas do VERICUT. O Gerenciador de ferramentas exibe a janela de geometria CAD que permite identificar quais partes do arquivo do modelo CAD correspondem aos fixadores, cortadores, ou insertos. Muitos modelos de CAD 3D de ferramentas estão disponíveis dos principais fabricantes de ferramentas de corte.

    Quando usado em conjunto com o modelo Export, a interface STEP model grava um arquivo STEP do cut stock do VERICUT. Dependendo das características detectadas pela modelo Export , o arquivo STEP adquire características topológicas aparadas (como BSPLINE superfície, plano, superfície cônica, superfície cilíndrica, etc.)


  • Interface ACIS Model

    A interface ACIS model lê arquivos ACIS (. Sat), até a versão R16. Entidades topológicas ACIS (como a superfície BSPLINE, corpo sólido, corpo de folha, casca, face, etc) são convertidas em facetas triangulares e escritas como STL ou arquivos de polígonos VERICUT. Opcionalmente um arquivo ACIS pode ser referenciado diretamente na interface de modelagem de VERICUT – nenhum arquivo intermediário é escrito.

    Quando usado em conjunto com o Export model, a interface ACIS model grava um arquivo ACIS. Dependendo das características detectadas pelo Export model, o arquivo adquire características topológicas aparadas ACIS (como BSPLINE superfície, plano, de cone, etc.)


  • Interface CREO Model

    A interface CREO Model lê a peça e os arquivos de montagem (.prt e .asm) do CREO. Entidades topológicas (como superfície, corpo sólido, casco, face, etc.) são convertidas em facetas triangulares e transcritas como STL ou arquivos de polígonos VERICUT. Opcionalmente um arquivo CREO pode ser referenciado diretamente na interface de modelagem VERICUT. Nenhum arquivo intermediário é escrito.

    Quando usado em conjunto com VCP a Interface CREO Model lê superfícies, curvas, pontos e sistemas de coordenadas para uso em compósitos laminados.


  • Interface SolidWorks Model

    A interface SolidWorks Model lê a peça e os arquivos de montagem (.prt e .asm). Entidades topológicas (como superfície, corpo sólido, casco, face, etc.) são convertidas em facetas triangulares e transcritas como STL ou arquivos de polígonos VERICUT. Opcionalmente um arquivo SolidWorks pode ser referenciado diretamente na interface de modelagem VERICUT. Nenhum arquivo intermediário é escrito.

    Quando usado em conjunto com VCP a Interface SolidWorks Model lê superfícies, curvas, pontos e sistemas de coordenadas para uso em compósitos laminados.


  • Exemplo de combinação de módulo

    Você atualmente usa VERICUT e quer ler IGES ou arquivos STL como saída de vários sistemas CAD.

    Módulo Requerido:
    Nenhum

    Você atualmente usa VERICUT e quer ler arquivos ACIS “sat” como saída de vários sistemas CAD.

    Módulo requerido:
    Interface ACIS Model

    Você atualmente usa VERICUT e quer ler arquivos ACIS “sat” do cut stock do VERICUT.

    Módulos requeridos:
    Interface ACIS Model
    Model Export

    Você atualmente usa VERICUT e quer ler arquivos CATIA V5 .CATPart, e atualmente usa a Interface CATIA V5 para VERICUT (CATV5)

    Módulo requerido:
    Interface Modelo CATIA V5

    Você precisa adicionar uma nova instalação VERICUT para simular CATIA V5 CATProcesses em suas máquinas, e quer usar referência direta de arquivos CATPart no VERICUT. Além disso, você quer gravar arquivos CATPart de cut stock do VERICUT para uso no CATIA V5.

    Módulo requerido:
    Verification
    Machine Simulation
    Interface CATIA V5 para VERICUT
    Interface Modelo CATIA V5
    Model Export

    Arquivos do NX Model arquivos de peças NX .prt podem ser abertos diretamente no VERICUT. Este recurso é incluído com a interface NX-to-VERICUT. Uma vez que um arquivo de peça NX pode conter várias partes, um pop-up exibe uma lista de peças, pelo nome, que pode ser aberta. Se a parte não tem um nome, então “Sem nome” seguido de um número é exibido na lista. Abrir um arquivo de peça NX requer NX 4, 5, ou 6 instalado no computador que está executando VERICUT, e uma licença NX deve estar disponível.