You make it, we simulate it. Call us today! (949) 753-1050

Header

OptiPath

SISTEMA DE USINAGEM INTELIGENTE

O VERICUT é um verdadeiro sistema de usinagem inteligente: através do processo de simulação, verifica a exata profundidade, largura e ângulo de cada corte. Também sabe precisamente quanto de material é removido para cada segmento de corte. Com esse conhecimento, o OptiPath divide o movimento em segmentos menores, sempre que possível. Baseado na quantidade de material removido em cada segmento, é traçado o melhor avanço encontrado, com isso um novo caminho de ferramenta é produzido, idêntico ao original, sem alterar a trajetória.

conomia de R$ 150.000,00 e 4½ em tempo de programação
Brian Carlsonn Programming Manager, Aerospace Dynamics, International

FÁCIL DE INSTALAR E USAR

No momento da instalação você seleciona as configurações de corte de acordo como você usina a peça. Todas essas configurações são armazenadas em uma biblioteca, sendo necessário configurar apenas uma única vez. Em todas as vezes que o processo for utilizado os resultados podem ser instantaneamente otimizados ! O OptiPath também possui o “modo aprendizado” que cria uma biblioteca inteligente capaz de utilizar as informações automaticamente. Para cada ferramenta o OptiPath encontra a máxima taxa de remoção de volume e espessura do cavaco, utilizando-os para determinar as melhores configurações de utilização da ferramenta.

ENTENDA COMO FUNCIONA…

À medida que a ferramenta encontra mais material o avanço diminui, consequentemente quando esse material é removido o avanço aumenta. Baseado na quantidade de material que é removido em cada trecho, o OptiPath automaticamente calcula e insere avanços melhores sempre que necessário. Sem mudar a trajetória o OptiPath acrescenta avanços melhorados em um novo programa CNC.

Algum desses itens é familiar para você? Se sim, o OptiPath pode ajudá-lo !

  • Remoção de grande quantidade de material
  • Longo tempo de máquina
  • Programas CNC extensos
  • Cortes Interrompidos (múltiplas entradas/saídas)
  • Corte com profundidade e largura variável
  • Máquinas High Speed
  • Usinagem de paredes finas
  • Materiais e ferramentas delicadas
  • Materiais e ferramentas de alto valor
  • Materiais rígidos ou maleáveis
  • Equipamentos antigos
  • Múltiplas partes
  • Desgaste rápido da ferramenta
  • Otimização de programas “de ouvido”
  • Acabamento de superfície ruim
  • Muito tempo de bancada
  • Progamadores sem grande experiência em CAM
  • Programadores com boa experiência se aposentando
  • Fraco acabamento de superfície
  • Problemas de desbaste
  • Vibrações nos cantos
  • Problemas de deflexão na ferramenta de corte
  • Movimentos no vazio ou pequenos cortes com avanço muito baixo
MAIS EM OPTIPATH®
OptiPath® lê o programa NC e divide o movimento em um número de segmentos menores. Quando necessário, baseado na quantidade de material removido em cada segmento, ele define o melhor avanço para cada condição de corte encontrada. Então ele dá saída a um novo programa, idêntico ao original mas com avanços melhorados. ELE NÃO ALTERA A TRAJETÓRIA.

Você insere os avanços ideais para um número de condições predeterminadas de usinagem. OptiPath automaticamente as combina com fatores como capacidade da máquina (potência, tipo de spindle, avanço rápido transversal, refrigeração, etc); rigidez de fixadores e garras; tipo de ferramenta (material, design, número de dentes, comprimento, etc.) para determinar o melhor avanço para cada segmento de cada ferramenta. OptiPath também considera fatores dependentes da natureza do programa tais como:

  • Profundidade do corte
  • Taxa de remoção de volume
  • Avanço de entrada
  • Largura do corte
  • Desgaste da ferramenta
  • Ângulo de corte

Esta solução é automática e determina os melhores avanços antes que o programa seja carregado na máquina. Ele também usa a experiência do programador NC e operador de máquina para determinar melhores avanços para condições de corte específicas.

op feeds
USINAGEM DE ALTA VELOCIDADE X USINAGEM DE ALTA EFICIÊNCIA

Usinagem de alta velocidade é um tema quente. Mas o que é usinagem de “alta velocidade” realmente? É simplesmente rodar com o máximo avanço e remover pouco material em cada passe? Esta estratégia é geralmente menos eficiente do que ter poucos passes mas com mais profundidade e consequente maior retirada de material! Alcançar menor tempo de usinagem está relacionado aos avanços, mas a relação não é necessariamente ‘avanços mais rápidos = maior eficiência’. Usinagem de alta eficiência, usinando a peça no menor tempo possível, este é o objetivo real. A chave para alcançar a usinagem de alta eficiência é variar os avanços para alcançar o resultado em cada condição de corte encontrada.

Usinagem com avanço máximo, com cortes muito leves, passos para cima e para baixo pequenos, pode necessitar de muitos passes, muitas vezes ineficientes, e isso pode acabar com seu objetivo de redução de tempo. Usinagem com maior profundidade (neste exemplo, .500” x .100”) é mais eficiente. Mas a ferramenta pode encontrar condições de sobrecarga que causem sua quebra ou que excedam a potência da máquina.

É aqui onde o software de otimização automática brilha! VERICUT sabe exatamente quanto material será removido em cada segmento de corte, e diminui os avanços onde a carga pé muito grande. Isto previne a quebra de ferramentas e mantém a máquina dentro dos seus níveis de potência. Os mesmos avanços mais altos são mantidos quando possível, mas com maior eficiência de usinagem e menos tempodo que o usado ao se empregar apenas o .100” para cada passe.

Normalmente, usinagem de alta velocidade é conseguida com pequenas profundidades de corte axial, a fim de alcançar um bom acabamento de superfície e evitar danos nas ferramentas, peça de trabalho ou no spindle. O software de otimização de avanços pode ser empregado para se alcançar uma melhor eficiência de usinagem, com maiores profundidades axiais, taxas de avanço altas e protegendo a ferramenta, em poucos lugares e com o aumento da espessura do cavaco. Programas que garantam uma espessura de cavaco constante otimizam o uso da força da ferramenta e da potência da máquina. O software detecta condições nas quais a produção de cavacos é muito grande e ajusta os avanços para níveis mais razoáveis. Em segida, retorna a máquina para o avanço maior onde for possível.
Alan ChristmanCIMdata, Software Trends Enhance Moldmaking Industry, MoldMaking Technology - November 2002
OTIMIZAÇÃO X CONTROLES ADAPTÁVEIS

Na superfície, a tecnologia de controle adaptável (AC) parece ser uma alternativa viável ao software de otimização. Afinal, ele detecta as condições de usinagem e ajusta os avanços em tempo realEle pode ser conectado diretamente à máquina CNC.

Mas há uma série de questões a serem consideradas se você estiver pensando em investir nesta tecnologia AC. A primeira é configuração e custo de manutenção. Cada máquina CNC deve ser equipada com seu próprio AC – que pode custar milhares de dólares por máquina. Cada um deve ser instalado e configurado individualmente, e AC se comportam diferente em cada diferente máquina e controle. Uma vez que o AC esteja configurado e finalmente funcionando corretamente, como acontece com qualquer sistema eletro-mecânico, deverão também ser considerados ajustes, confiabilidade e manutenção.

Depois, a tecnologia AC é um sistema “reativo” o AC ajusta os avanços com base no feedback que recebe do motor de acionamento do eixo – isto é, ele ajusta os avanços para manter uma carga constante sobre o acionamento do spindle. Esse tipo de otimização é apropriado para determinados tipos de ferramentas muito rígidas que aguentam materiais pesados, como fresas de face ou grandes fresas de topo.

Mas esta otimização não pode sempre oferecer os melhores avanços para condições de corte diversas. Por exemplo, uma usinagem em rampa nem sempre aumenta significativamente a carga do spindle. Ela aumenta a carga sobre os motores do spindle, tornando-se mais difícil empurrar a ferramenta através do material, mas isso não é igualmente difícil a acionar o spindle (figura 1). No momento em que se torna difícil girar o spindle, é melhor você estar escondido atrás do escudo de proteção da máquina!

Outro exemplo é a usinagem com a alta tecnologia atual de ferramentas de fresa com insertos de carboneto. Eles são projetados para usinar muito livremente (não requerem muita potência para altas taxas de remoção de volume). A meta para essas ferramentas é usinar a uma espessura de cavacos ideal. Mas há um ponto em que a espessura do cavaco torna-se muito grande, fazendo com que a borda da ferramenta se quebre prematuramente. Isto leva ao descarte da ferramenta muito antes do que ela deveria durar. A carga do spindle é um indicador fraco sobre que avanço usar, uma vez que o aumento de carga sobre o spindle é desprezível – mesmo que o avanço seja alto. Quando o AC ajusta o avanço, já é tarde demais.

A linha inferior é aquela que a a tecnologia AC é limitada aos ajustes baseados em que a carga do spindle cruza um limite predefinido. Ela não tem “conhecimento” de quais são as condições de corte de fato durante o processo de usinagem, então ela não tem como determinar com precisão qual o avanço ideal para cada corte (figura 2).

O OptiPath, por outro lado, ajusta-se automaticamente aos avanços com base nas condições de usinagem específicas de cada segmento da trajetória da ferramenta. Ele é o único produto disponível que otimiza os avanços com base na tecnologia de verificação de sólidos. Ao invés de reagir ao feedback do motor do spindle, OptiPath atribui o melhor avanço com base nas condições de corte atuais (volume de material a ser removido, profundidade, largura e ângulo de corte).

Em vez de lutar por uma carga de spindle constante, OptiPath mantém uma carga de corte constante. No exemplo, mantendo uma carga de corte constante você consegue avanços mais seguros. Para ferramentas de fresa de alta tecnologia, mantendo-se uma carga constante, prolonga-se a vida útil da ferramenta. Às vezes é desejável manter uma espessura constante de cavacos durante a usinagem – uma tarefa simples para o OptiPath, mas algo que o AC não consegue fazer.

OptiPath é também o método de custo-benefício mais eficaz para otimização de avanços. Um pequeno número de licenças de software pode fornecer a capacidade de otimização de dezenas de máquinas CNC, de todos os tipos, dos mais diferentes tipos de controle. O AC está limitado a uma única máquina.